+55 11 3939-0480

atendimento@enginebr.com.br

Transformação digital na indústria: como inovar em grandes organizações?

transformacao-digital-na-industria-como-inovar-grandes-organizacoes-engine

Compartilhe este post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inovar em grandes organizações pode ser bastante desafiador se a cultura de inovação não for compartilhada entre todos.  A transformação digital pela qual as empresas precisam passar não depende, definitivamente, apenas da aplicação da tecnologia, mas também, e principalmente, de uma mudança de mentalidade empresarial.

A transformação digital na indústria vai dar todo o suporte para a inovação, mas os desafios vão além. É preciso se posicionar diante da mudança do mercado, do consumidor e até mesmo do concorrente. É preciso inovar, fazer diferente e transformar o negócio efetivamente em uma empresa inteligente.

Vamos abordar, neste conteúdo, estes desafios, falar da importância da transformação digital na indústria e como tudo isso pode se transformar em processos inteligentes, que influenciem positivamente o resultado do negócio.

Os conceitos e os desafios da indústria 4.0

Inteligência Artificial (IA), Big Data, Internet das Coisas (IoT), automação de processos robóticos e Machine Learning, entre outros recursos inovadores, estão sendo utilizados em todo mundo por empresas que apostam na automação e na utilização de dados em tempo real para aumentar sua produtividade, eliminar o desperdício e o retrabalho, com sensível redução de custos. A automação e a utilização de recursos e processos inteligentes compõem a indústria 4.0, a chamada quarta revolução industrial.

Já se foi o tempo que era possível alcançar os melhores resultados com altas margens de lucro. Depois, era preciso olhar para as margens, para o preço final e, ainda, para a excelência no atendimento para bater as metas estabelecidas. Hoje, sob o impacto da indústria 4.0, o esforço é ainda maior. É preciso apostar na transformação digital na indústria, na automação da operação, no uso de dados em tempo real e em processos inteligentes para chegar aos resultados propostos.

Tudo para atender a um cliente muito mais consciente de seus direitos, que exige qualidade, preço, produtos customizados e comprometimento socioambiental das empresas que pretende consumir produtos e serviços. Na indústria 4.0, tudo se conecta por meio de uma internet poderosa, processos eficientes e um sendo de urgência jamais visto até então.

O que é transformação digital?

Mas como assumir os conceitos e dar conta dos desafios que a indústria 4.0 traz às empresas? Como assumir processos inteligentes e se beneficiar de dados just-in-time? Como engajar os colaboradores neste processo? Enfim, como mergulhar num modo diferente de operar, transformando a empresa em uma empresa inteligente?

É por meio da  transformação digital na indústria, e este é um passo que toda empresa precisa dar o quanto antes pois será cada vez mais difícil atender aos anseios deste novo consumidor e, consequentemente, sobreviver em um mercado global e digital. É apoiado na transformação digital que as empresas poderão se adequar ao conceito de empresa inteligente – e colher os frutos disso.

A transformação digital é o primeiro passo para a empresa buscar sua automação e adotar processos inteligentes, que terão consequência direta em toda a sua produtividade. A transformação digital na indústria depende, claro, de tecnologia porque é preciso sair do analógico e assumir o digital. Mas também depende de uma profunda mudança de mentalidade. De que adianta ter dados em tempo real à disposição e não saber utilizá-los com senso de urgência?

Todos os processos precisam ser digitalizados, saindo do papel e chegando aos computadores e à nuvem. E o time precisa ser muito bem orientado para utilizar estes recursos em prol da produtividade. Para que uma máquina avise que precisará de manutenção antes mesmo de um problema aparecer, evitando a interrupção da produção, os processos precisam estar digitalizados. E para descobrir que um produto campeão de vendas vai acabar, sumindo das prateleiras, também.

De forma muito resumida, a transformação digital na indústria é “levar tudo para dentro do computador”. E utilizar isso à favor do negócio, de forma inteligente, possibilitando, por exemplo, a tomada de decisões em tempo real e de forma totalmente assertiva.

A transformação digital e seus cinco pilares

A transformação digital na indústria é baseada em 5 pilares, de acordo com David L. Rogers, autor de “The Digital Transformation Playbook”, traduzido no Brasil como “Transformação Digital: repensando o seu negócio para a era digital”, e um dos maiores especialistas em inovação corporativa: 

Pilar 1 – o cliente: é preciso atendê-lo.

Pilar 2 – a competição: a concorrência não está de olhos fechados para as mudanças do mercado e do mundo. E a sua empresa?

Pilar 3 – os dados: precisam ser utilizados em tempo real par a tomada de decisões urgentes e mais assertivas.

Pilar 4 – a inovação: inovar é fazer diferente, mas à favor da produtividade e do negócio.

Pilar 5 – o valor: qual o valor das mudanças realizadas pela sua empresa? Valeu a pena?

Os desafios que a transformação digital traz

É a inovação que move a empresa para novos caminhos. E é muito importante deixar bem claro que inovar não é fazer algo que ninguém jamais fez, mas simplesmente fazer diferente.

O mercado exige, hoje, respostas urgentes, mudanças rápidas, flexibilidade e senso de urgência. Os processos precisam ser inteligentes justamente para dar suporte a esta demanda.  O maior de todos os desafios da transformação digital na indústria é acelerar a automação e criar condições para que processos inteligentes interfiram na produtividade da empresa.

A chamada lógica digital – a política de transformação digital definida pela empresa – tem muito menos a ver com máquinas e mais com os recursos humanos da empresa. Para inovar, fazer diferente, sair da caixa, é preciso de apoio tecnológica e gente pensante.

Portanto, o maior de todos os desafios da transformação digital na indústria é repensar todos os processos e torná-los inteligentes. É preciso de tecnologia para dar suporte a isso, sim, mas depende de pessoas. É preciso pensar a transformação digital para inovar.

Por que a inovação é fundamental para sua empresa?

Esta é uma das grandes questões da indústria 4.0 e de todo o processo de transformação digital na indústria. Inovar é preciso porque o mundo mudou, os consumidores mudaram e, o que é absolutamente relevante, a concorrência igualmente mudou.

É preciso inovar e fazer diferente para que a produtividade da empresa aumente consideravelmente, os custos sejam cortados, o desperdício eliminado e, assim, será possível alcançar um resultado sustentável. É preciso inovar porque assim exige o cliente, e não atendido ele muda de fornecedor sem o menor problema. E é preciso inovar porque a concorrência mudou, digitalizou seus processos e se tornou uma empresa inteligente.

Não há outro jeito de inovar senão buscando a automação e criando processos inteligentes por meio da transformação digital na indústria.

A Engine tem as soluções para a completa transformação digital da sua empresa

Precursora no Brasil na oferta de sistemas de gestão como serviço, pioneira no modelo de negócio SAP as a Service, a Engine é uma consultoria de gestão empresarial, parceira SAP, especializada em apoiar a transformação digital na indústria. Nossas soluções aliam tecnologia, negócio e inovação para transformar seu negócio em uma empresa inteligente. Utilizamos práticas de gestão de classe mundial que possibilitam a melhor maturidade em gestão, competitividade e governança para nossos clientes. 

Já realizamos dezenas de implantações em pequenas, médias e grandes empresas, de diferentes indústrias e segmentos e inovamos de forma disruptiva na criação de modelos pré-configurados por indústria com as melhores práticas e serviços para soluções de gestão SAP que aceleram de forma comprovada a implantação em 40% ou mais. O Engine Business as a Service, por exemplo, nos posiciona como a consultoria com a melhor relação de retorno de investimento do mercado em todo o ciclo de vida do SAP, conseguindo implantações do ERP em até 6 meses de forma 100% remota.

Não há inovação sem transformação digital na indústria. E não há transformação digital sem tecnologia e uma mudança real de mentalidade. Clique aqui, converse com um de nossos especialistas e saiba o que podemos fazer pela transformação digital da sua empresa.

Veja também