+55 11 3939-0480

atendimento@enginebr.com.br

Setores que mais se beneficiam pelo uso de SaaS: sua empresa se encaixa em algum deles?

Compartilhe este post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Software as a Service ou SaaS, como também é conhecido, é uma metodologia usada para implementar serviços e sistemas pela internet, tornando uma grande variedade de recursos disponíveis a partir de um navegador da web instalado em um dispositivo móvel ou desktop. Pessoas físicas ou jurídicas podem adquirir essas soluções baseadas na Cloud Computing com base no pagamento de uma assinatura recorrente e personalizável de acordo com as necessidades de uso.

Devido às vantagens e facilidades que essa ferramenta proporciona, o SaaS tem se tornado uma alternativa muito popular entre organizações dos mais diversos segmentos do universo corporativo. Por isso, preparamos este conteúdo para que você conheça os setores que mais se beneficiam pelo uso de SaaS. Continue a leitura para saber se sua empresa se enquadra em algum deles!

Saas Vs On-premise: quais as diferenças?

Embora o SaaS já seja uma realidade presente no cotidiano de muitas empresas, seu conceito ainda é considerado novo para muitos gestores. A melhor maneira de compreender as vantagens dessa tecnologia é compará-la com o tradicional método de instalação de aplicativos locais On-premise.

O primeiro ponto que vale ser destacado é o baixo custo operacional que o SaaS proporciona. Como os usuários podem utilizar determinados softwares apenas uma vez no mês ou conforme a necessidade, as organizações só têm que pagar pelos serviços quando realmente utilizá-los.

Caso haja um período em que a solução não seja usada, a empresa não terá de arcar com custos de manutenção ou infraestrutura, visto que essa responsabilidade fica sob cuidados do fornecedor. Já no caso do modelo On-premise, isto é, quando os softwares são instalados no local, as empresas precisam pagar altos custos com aquisição de licenças, muitas vezes valores que não se enquadram no orçamento de pequenas startups.

Outro fator vantajoso do SaaS em relação ao On-premise é que a primeira alternativa é escalonável. Em tempos em que uma grande quantidade de dados é gerada diariamente, esse aspecto pode ser muito útil para organizações que precisam coletar e analisar informações em tempo hábil.

Como os sistemas em SaaS se baseiam na Nuvem, é possível expandir tanto sua provisão quanto o armazenamento sempre que houver necessidade, o que é bem diferente no caso dos aplicativos locais, que são totalmente dependentes da capacidade do hardware disponível no computador ou dispositivo do usuário.

Quais setores mais se beneficiam pelo uso de Saas?

Em um relatório da Forbes, os setores de educação, engenharia, finanças, governo e saúde estão na vanguarda da adoção da Nuvem, seja privada, pública ou híbrida. Isso não é surpreendente, porque o Relatório de adoção e risco da nuvem da McAfee mostra que as plataformas específicas do setor estão entre os serviços em nuvem mais usados ​​em 2018.

Para expor, a categoria de compartilhamento e colaboração de arquivos ficou com a maior parte, com 20,9%. Qualquer nicho pode usar isso, no entanto. Mas é seguido por finanças, com 7,5% de participação. A educação (5,7%) também entrou na lista

Engenharia

Empresas ligadas à área da engenharia necessitam de soluções que permitam que o planejamento e a programação dos recursos sejam minuciosos, já que o menor equívoco pode resultar em atrasos nos prazos de entrega e prejuízos financeiros. Dado o contexto, não é por coincidência que o uso de aplicativos baseados em Nuvem cresceu tanto na última década.

Evitar conflitos, projetar cenários e garantir resultados precisos estão entre as principais razões pelas quais empresas ligadas à engenharia têm adotado soluções em modelos de SaaS.

Pense no caso de uma equipe de construção civil que tem diferentes tipos de veículos à sua disposição, sendo distribuídos em diversos canteiros de obras. O SaaS permite que os recursos sejam visualizados com muito mais facilidade, ou seja, o gestor tem todas as informações necessárias para mover os recursos e delegar funções para que a equipe se adéque aos cronogramas de construção da melhor maneira possível.

Os sistemas em SaaS também geram benefícios para o setor industrial de engenharia quando o assunto é requisição de recursos. Isso porque muitas plataformas não são destinadas somente para os líderes, mas também desenvolvidas para uso interno pela equipe. Assim, é possível supervisionar o trabalho e mensurar o desempenho coletivo e individual de maneira muito mais precisa.

Vale ressaltar, ainda, que esse recurso contribui com o aumento da produtividade, visto que o tempo de espera por aprovações é significativamente reduzido, uma vez que as solicitações são notificadas imediatamente por meio de aplicativos.

Por fim, os profissionais com orçamento limitado também podem acessar a uma lista de softwares gratuitos para explorar sem custos adicionais, como o CAD, serviço de grande importância no setor.

Finanças

A relação que temos com o dinheiro também está mudando graças às novas tecnologias de pagamentos, bancos virtuais e soluções financeiras para o ambiente virtual. Cada vez mais instituições financeiras têm migrado para a Nuvem, e isso se deve principalmente ao fato da Cloud contribuir para que elas resolvem suas preocupações regulatórias.

Outro ponto interessante para empresas do setor financeiro é que a implementação do SaaS oferece escalabilidade e ajuda a reduzir custos de propriedade, sem mencionar a segurança proporcionada por essa tecnologia.

As organizações financeiras têm usufruído bastante dos recursos de automação de tarefas oferecidos por um modelo de SaaS, especialmente no que se diz respeito à análise de dados. Soluções baseadas na Cloud ajudam a criar um ambiente colaborativo, muito mais produtivo e que permita que a equipe possa manter uma comunicação clara com o consumidor.

Mas, o fator que realmente interessa ao setor financeiro quando se trata do uso de aplicações em SaaS, é a segurança dos dados e a prevenção contra violações de rede. Existem softwares em SaaS que protegem as informações sigilosas da empresa por meio de criptografia.

Educação

Em tempos de home office e Ensino à Distância (EAD) a Cloud Computing tem se mostrado uma aliada fundamental, pois proporciona todos os recursos que sustentam o funcionamento dinâmico em ambientes virtuais.

Apesar do SaaS não poder resolver todos os problemas comuns em uma sala de aula online, suas soluções podem atenuá-los e facilitar o trabalho de profissionais da educação que atuam na era da transformação digital.

Além disso, o SaaS permite que as instituições utilizem uma plataforma para fazer a gestão dos recursos e ajudem os educadores na tarefa de garantir que os alunos tenham acesso ao que precisam para terem uma educação adequada.

Terceiro Setor

As organizações do Terceiro Setor, isto é, órgãos governamentais e instituições sem fins lucrativos também têm adotado a implementação de serviços baseados na Cloud Computing, visto que também precisam de melhorias que garantam a segurança e gerem economia de recursos. Além do mais, o SaaS proporciona a agilidade e eficiência necessária para que esse tipo de empresa realize suas funções cotidianas.


Como você pôde conferir, o uso de um modelo de SaaS está se tornando cada vez mais comum em organizações de diferentes setores do mercado devido às suas vantagens. Além de facilitar a realização de tarefas cotidianas, seu conjunto de benefícios contribui com a redução de custos de aquisição de licenças, manutenção de softwares e infraestrutura tecnológica.

Sua empresa se encaixa nos tipos de soluções que o SaaS pode proporcionar? Então entre em contato com a equipe da Engine para conhecer os melhores serviços de SaaS do mercado

Veja também