+55 11 3939-0480

atendimento@enginebr.com.br

SaaS X IaaS: entenda a diferença

Compartilhe este post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Do inglês Software as a Service (SaaS), SaaS é uma forma de distribuição e comercialização de software. No modelo SaaS o fornecedor do software se responsabiliza por toda a estrutura necessária para a disponibilização do sistema (servidores, conectividade, cuidados com segurança da informação) e o cliente utiliza o software via internet, pagando um valor recorrente pelo uso.

Não é necessariamente a tecnologia utilizada que determina o modelo. O software utilizado pode ser 100% web (utilizado via browser) ou pode White paper frost & sullivan cloud computing_ilhater alguma instalação local (como anti-vírus ou sistemas de backup). A característica principal é a não aquisição das licenças (mas sim pagar pelo uso como um “serviço”) e a responsabilidade do fornecedor pela disponibilização do sistema em produção.

Comparando com o modelo tradicional de distribuição de produtos de software (no qual o cliente adquire a licença de uso e se responsabiliza pela instalação e manutenção em produção) podemos destacar as seguintes vantagens do modelo SaaS para os clientes:

  • Não exige que o cliente crie uma estrutura e capacite os profissionais para manter o sistema funcionando, permitindo que ela se foque no seu negócio;
  • Permite uma abordagem gradual de implantação, podendo começar com poucas licenças e expandir conforme tiver um retorno positivo do seu investimento, reduzindo os riscos e o tempo para o retorno do investimento;
  • Permite aumentar ou reduzir as licenças ao longo do tempo, de acordo com as necessidades do negócio;
  • A implantação pode ser feita com pouca dependência das equipes de TI da empresa, não disputando prioridade com outros sistemas e podendo reduzir o tempo de implantação.

IaaS
A infraestrutura como serviço ou Infrastructure as a Service (IaaS) vem se destacando como um modelo eficiente e funcional, também, do ponto de vista financeiro. Com a pressão constante pela redução dos orçamentos de TI, a IaaS é a melhor alternativa para a manutenção dos ativos – funcionais e atualizados – dentro da necessidade que o negócio exige e proporciona – sendo um modelo elaborado para a diluição e diminuição de custos – a previsibilidade de despesas com pessoal, com muitos dos softwares necessários e, obviamente, com hardware.

Quando opta pelo modelo IaaS a empresa adquire, além do hardware e seu gerenciamento, um suporte altamente especializado, em níveis que, na maioria dos casos, não seriam viáveis in company, agregando as melhores práticas para a resolução de problemas.

Comparando-se diretamente custos de compra de hardware com a opção de modelo IaaS, a infraestrutura como serviço em primeiro momento pode parecer uma modalidade mais cara. É necessário, entretanto, uma análise mais detalhada, visto que a opção por IaaS engloba além dos custos de hardware a equipe, disponibilidade, financiamento e gerenciamento – o que normalmente significa uma economia significativa. Ainda ocasiona a redução de outros custos incluídos como despesas gerais da empresa, como os servidores que demandam espaço para datacenter, consumo de eletricidade, capacidade de resfriamento, entre outros. Precisam ser considerados, ainda, outros benefícios que o modelo oferece, como vantagem fiscal permitida para empresas de lucro real e a depreciação total do contrato dentro da sua vigência, com a alocação dos custos da operação como despesa, uma vantagem contábil interessante.

Veja também